Nesta edição do EDICC, teremos quatro mesas-redondas, que serão transmitidas ao vivo no YouTube. Confira abaixo a programação e participe!

 

MESA 1 – DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E DESINFORMAÇÃO EM UM CONTEXTO DE POLARIZAÇÃO POLÍTICA

Quarta-feira, 7 de outubro, 17h. Neste link: http://bit.ly/mesa1_edicc7

Proposta: discutir os impactos de ter a política como norteadora da percepção da ciência e da construção e circulação de sentidos.

Palestrantes:

Drª. Natália Pasternak. Doutora em microbiologia pela USP, colunista do jornal O Globo, da revista Saúde, da revista The Skeptic do Reino Unido e autora do livro Ciência no Cotidiano. Foi diretora do festival internacional de divulgação científica Pint of Science no Brasil. Atuou como pesquisadora colaboradora do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, no Laboratório de Desenvolvimento de Vacinas. É presidente do Instituto Questão de Ciência, o primeiro Instituto brasileiro para promoção de pensamento crítico e racional, e políticas públicas baseadas em evidências científicas.

Profª. Drª. Cristiane Dias. Doutora em Linguística pela Unicamp e Mestrado em Letras pela Universidade Federal de Santa Maria. É autora do livro Análise do Discurso Digital (Pontes Editora).

Profª Drª Sabine Righetti. Jornalista pela Unesp e especialista em jornalismo científico pela Unicamp. Tem mestrado e doutorado em política científica e tecnológica também pela Unicamp, onde atua como pesquisadora associada.

 

MESA 2 – MEDO COLETIVO E POSSIBILIDADES DE FUTURO: HÁ COMO SUPERAR O FIM DO MUNDO?

Quinta-feira, 8 de outubro, 17h. Neste link: http://bit.ly/mesa2_edicc7

Proposta:  pensar os diversos âmbitos em que as instabilidades provocadas pela pandemia podem causar choques e desequilíbrios significativos, como o sofrimento psíquico, a relação com a técnica ou as opressões e disparidades de gênero e de raça.

Palestrantes:

Profª. Ms. Thiane Neves. Doutoranda em Comunicação e Cultura Contemporâneas na UFBA e mestra em Comunicação, Cultura e Amazônia pela UFPA. Pesquisa Amazônia, divulgação científica, mídias sociais, políticas de comunicação digital e internet e feminismos. Integra os grupos de pesquisa Nós Mulheres da UFPA e Gênero, Tecnologias Digitais e Cultura (GIG@) da UFBA. É também integrante da Coletiva Periféricas SSA.

Prof. Dr. Marcos Aurélio Barbai. Graduado em Letras e Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Mestre e Doutor em Linguística, ambos pela Unicamp. Pesquisador do Labeurb/Unicamp. Psicanalista. 

Prof. Dr. Diego Jair Vicentin. Prof. Dr. da Faculdade de Ciências Aplicadas e do Programa de Mestrado em Divulgação Científica e Cultural, ambos da UNICAMP.

 

MESA 3 – DIVULGAÇÕES E HUMANIDADES: OUTROS CAMINHOS SÃO POSSÍVEIS?

Sexta-feira, 9 de outubro, 10h. Neste link: http://bit.ly/mesa3_edicc7

Proposta: discutir os obstáculos e possibilidades para a divulgação das ciências humanas, especialmente em um momento em que os sentidos, lugares e práticas tradicionais das humanidades parecem estar em constante questionamento e as questões relativas à crise sanitária e às ciências biológicas estão em primeiro plano.

Palestrantes:

Profª. Drª. Greciely Costa. Doutora em Linguística pela Unicamp na área de Análise de Discurso. Pesquisadora do Labeurb. É docente credenciada no Mestrado de Divulgação Científica e Cultural. (MDCC). Atualmente coordena o Projeto de Pesquisa “Imagens da cidade: discurso e produção do conhecimento” e o Grupo diADorim (CNPq).

Profª. Drª Janaísa Viscardi. Jana Viscardi é graduada, mestre e doutora em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (2001, 2005, 2012). Produz conteúdo em seu canal (“Jana Viscardi”) no Youtube desde o ano de 2015. No momento, é também pesquisadora-colaboradora na UNICAMP, onde desenvolve um projeto sobre a produção textual do perfil de Jair Bolsonaro no Twitter.

Profª. Drª. Daniela Tonelli Manica. Pesquisadora do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor). Professora do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (IEL, Unicamp) e do Programa de Doutorado em Ciências Sociais (IFCH, Unicamp). Coordena o Labirinto, Laboratório de estudos socioantropológicos sobre tecnologias da vida, e é coprodutora do podcast Mundaréu, dedicado à divulgação científica de Antropologia

 

MESA 4 – IMPACTOS DA PANDEMIA NOS TEMPOS E ESPAÇOS DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

Sexta-feira, 9 de outubro, 15h. Neste link: http://bit.ly/mesa4_edicc7

Proposta: pensar as consequências do isolamento social e da urgência de vacina na produção acadêmica e técnica e na coleta e detenção de informações pessoais.

Palestrantes:

Prof. Dr. Rafael Evangelista. Graduado em Ciências Sociais, Mestre em Linguística e Doutor em Antropologia Social. Todos os títulos pela Unicamp. É especialista em Jornalismo Científico. Atualmente é conselheiro do Comitê Gestor da Internet, representando a academia. Autor do livro “Para além das máquinas de adorável graça: cultura hacker, cibernética e democracia”.

Profª. Drª. Simone Pallone de Figueiredo. Pesquisadora do Labjor, do Nudecri, professora e orientadora no programa de Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (MDCC), e no curso de especialização em Jornalismo Científico. Coordena o podcast oxigênio e é membro do Projor – Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo.

Profª. Drª. Marta Kanashiro. Doutora em sociologia pela USP (2011), é atual coordenadora do programa de pós-graduação em Divulgação Científica e Cultural do Labjor / Unicamp, além de atuar no programa como pesquisadora e professora. É membro fundadora da Rede Latinoamericana de Estudos de Vigilância, Tecnologia e Sociedade (www.lavits.org) e do grupo de pesquisa ICTS do Labjor. Atua principalmente em temas relacionados a sociologia da tecnologia, tecnologias de informação e comunicação, divulgação de tecnologia, estudos de vigilância, vigilância nas cidades e em sistemas informacionais, ativismo e tecnologia.